Home

dom-salvador

Esse disco – pouco conhecido do publico – é um daqueles excelentes achados.

Dom Salvador – Salvador da Silva Filho – teve sua carreira iniciada aos 12 anos logo como pianista. Foi em 61 que, a convite de Dom Um Romão (a quem espero falar muitas e muitas vezes), muda-se para o Rio e disso resulta o Copa Trio. Em 65 lança dois álbuns: Salvador Trio e Rio 65 Trio – desse ultimo tenho ótimas lembranças. 66 foi o ano de visitar a Europa junto de Edu Lobo, Sylvia Telles e Rosinha de Valença entre outros – com o Rio 65 Trio. No mesmo ano Dom viaja para os Estados Unidos tornando-se amigo – entre eles – de Thelonious Monk.

100_1162WOR21778

O Importante é dizer que o disco Som, Sangue e Raça começa logo quando Dom volta ao Brasil tornando-se Produtor e Pesquisador. Com essas pesquisas encontra os Grupos Cry Babies e Impacto 8 formando em seguida o Grupo Abolição – e começando assim o movimento Black Rio.

OUVIR! LISTEN! Dom Salvador e Abolição – Som, Sangue e Raça

Uma Vida abre os trabalhos com um funk absurdamente rasgado – lembra muito aquelas trilhas sonoras de filmes como Super Fly. Guanabara torna o disco com características mais latinas. Hey Você mostra a versatilidade do álbum – baião rasgado com letras politizadas. Som, Sangue e Raça é muito agradável. Tema pro Gaguinho é uma mistureba: uma cavaquinho dando o samba ao mesmo tempo dum Acordeon dando um tango/forro… Absurdamente bom.  O Rio é tão psicodelica!! Absurdo! Chega a ser Brutal – tem aquela coisa de Sgt. Peppers…mas é 100 vezes melhor – por favor! Evo é a musica mais espiritual do disco – mostrando um pouco da fé costumeira. Number One é marcada por um baixo forte! com longos gritos de saxofone – boa boa! Folia de Reis é a tal musica de se por pra dançar! Moeda, Reza e Cor é a musica que me agrada muito – um Funk jazz muito bem orquestrado. Samba do Malandrinho é a bossinha do disco – mesmo. Tio Macro é uma musica muito engraçada, muito bem bolado pelo Dom.

O disco é uma excelente pedida! Serio mesmo!

Lado A

1 Uma vida (Dom Salvador, Abolição)

2 Guanabara (Arnoldo Medeiros, Dom Salvador)

3 Hei! Você (Getúlio Côrtes, Nelsinho)

4 Som, sangue e raça (Marco Versiani, Dom Salvador)

5 Tema pro Gaguinho (Dom Salvador)

6 O Rio (Arnoldo Medeiros, Dom Salvador)

Lado B

1 Evo (Pedro Santos, Dom Salvador)

2 Numbre one (Dom Salvador)

3 Folia de reis (Paulo Silva, Jorge Canseira)

4 Moeda, reza e cor (Marcos Versiani, Dom Salvador)

5 Samba do malandrinho (Dom Salvador)

6 Tio Macrô (Arnoldo Medeiros, Dom Salvador)

Dom Salvador – Piano e Acordeon

Luiz Carlos – Bateria e Vocal

Rubão Sabino – Baixo

Oberdam P. Magalhães – Sax Alto e Flauta

Serginho – Trombone

Darcy – Trompete e Corneta

José Carlos – Guitarra

Nelsinho – Percussão e Vocal

Mariá – Vocal

Direção Artistica – Ian Guest

Fotografia – Franklin Correâ

Divertam-se criançada!

Ate Jazz!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s