Home

vital-farias-1982-sagas-brasileiras-capa-500x496

Cheguei na centésima escrita para este sitio e tenho algumas palavras, minhas, que dão-me forças pra continuar sem você, gato:

…Na busca desenfreada de compreender meus sentimentos é notório que perco muitos contatos superficiais por culpa de tudo que acredito. Faz parte a sociedade “estar” social, aceitar muitas coisas ditas lebres mesmo percebendo que são gatos. Mas não, continuo a esbravejar e levanto o punho contra os gatos visíveis – e não irei aceitar gato por lebre – a não ser quando eu procurar o gato. NÃO ME DIGAS QUE ÉS LEBRE SE SABES QUE ÉS SO GATO, SO ME DEIXAS MAIS AINDA COM A CERTEZA DO QUE FAÇO…

O que temos hoje é algo que me faz ter certeza a função da musica para um ser – musica como função sensorial/social/êxtase, não entretenimento. Vital Farias se camufla junto das Sagas Brasileiras. Um grande salve ao nosso grande Mestre Paraibano.

Por que você nunca ouviu falar da Saga da Amazonia? de Farias? Triste, pra você.

Na casa do compositor e menestrel paraibano, Vital Farias (esquerda): o professor Carlos Alberto (Centro) e Welligton Faroas

Na casa do compositor e menestrel paraibano, Vital Farias (esquerda): o professor Carlos Alberto (Centro) e Welligton Faroas

Vital Farias nasceu no sítio Pedra d’Água, município de Taperoá, estado da Paraíba.

Caçula entre 14 irmãos, Vital alfabetizou-se com as irmãs. Vital viveu em Taperoá até a conclusão do curso ginasial. Aos 18 anos mudou-se para a capital do estado da Paraíba, João Pessoa, onde prestou o serviço militar no 15º Regimento de Infantaria. Ao deixar o serviço militar continuou em João Pessoa e deu prosseguimento aos seus estudos no Lyceu Paraibano. Nesse período começou a estudar violão por conta própria. Depois passou a dar aulas de violão e de teoria musical no Conservatório de Música de João Pessoa. Em 1975 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde participou de vários e importantes eventos artísticos, entre os quais a peça “Gota d’água”, de Chico Buarque de Hollanda. Em 1976 prestou vestibular para Faculdade de Música, formado-se em 1981. A primeira composição gravada de Vital Farias foi “Ê mãe”, em parceria com Livardo Alvese gravada por Ari Toledo. Em 1978 gravou seu primeiro disco “Vital Farias”. O segundo, “Taperoá”, surgiu dois anos depois. No final do anos 80, Vital resolveu parar de gravar por um tempo para se dedicar aos estudos. Em 2002 produziu o disco de estreia de sua filha, Giovanna, com 15 composições de sua autoria e lançou o disco “Vital Farias ao vivo e aos mortos vivos”. Nesse mesmo ano recebeu o título de Cidadão do Rio de Janeiro.

Em 2006 se candidatou a Senador da Paraíba, pelo PSOL, Sendo a terceira via de opção. Concorreu contra Ney Suassuna e o atual senador Cícero lucena, surpreendeu com com 99.966 votos. Em 2010 se candidatou a Senador mais uma vez, pelo PCB, Não obtendo o mesmo sucesso que em 2006, ficando em 4ºlugar com poucos mais de 56 mil votos.

vital-farias-1982-sagas-brasileiras-verso-500x497

 

OUVIR! LI!STEN! Vital Farias ~ Sagas Brasileiras – 1982

A1. Do meu jeito natural (Vital Farias)
A2. Forrofunfá (Vital Farias / Livardo Alves)
A3. Sete cantigas para voar (Vital Farias)
A4. Ai que saudade de ocê (Vital Farias)
A5. Saga de Severinin (Vital Farias)
B1. Saga da Amazônia (Vital Farias)
B2. Trem da consciência (Vital Farias / Salgado Maranhão)
B3. Belo belo (Vital Farias)
B4. Apesar da solidão (Vital Farias / Salgado Maranhão)
B5. Saga do boi de mamão (Vital Farias)

Faça uma boa Audição!

Have a beautiful time!

Stay Beuatiful!

luiz.jpg

Anúncios

Um pensamento em “Vital Farias ~ Sagas Brasileiras – 1982

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s