Home

SUCESSAMBA

 

Boas! Julgaremos logo a capa, o capinha bonita! Disso temos um grata surpresa assim que o colocamos pra rodar. Conhecia, ou já ouviu falar de Corisco? Eu também não fazia idéia alguma. Bom, agora aproveitando a deixa vou apresentar Corisco.

      Waldemar Marchetti, o Corisco, começou sua carreira tocando pandeiro com os grandes nomes do samba paulistano integrando bandas com Silvio Mazzuca, Totó, Walter Wanderley, Pocho e Léo Peracchi.

O Samba paulista da época estava tão afinado que até os cariocas vinham se utilizar da “cozinha” paulista, e o Corisco era um de seus grandes ritmistas.

      Foi com sua fama no pandeiro que Corisco se tornou um arregimentador musical, arregimentando mais de 400 músicos por dia. Nos anos seguintes, surgiu o conjunto “Corisco e os Sambaloucos”, por onde passaram talentos como Azeitona e Hermeto Paschoal.

Foi por volta de 1962 a pedido do Dr. Alfredo Borbaque, Corisco foi convocado para arregimentar a percussão da música “Vestido de Rei”, numa gravação de Geraldo Vandré do estreante Chico Buarque de Hollanda que morava em São Paulo na época. , a música, que se tornaria depois “Sonho de um Carnaval”, além de necessitar de um primeiro time de sambistas, precisava de um registro de autoria.

      Em um pedaço de papel assinado por Chico Buarque no estúdio, a primeira música editada por Corisco, estavam sendo criados os alicerces da editora Arlequim.

Mas as gravadoras não viram com bons olhos esta nova etapa na música brasileira pois estavam implantando o sistema do grava aqui, edita aqui.

 Para evitar o monopólio das gravadoras, grupos como a Arlequim e a Cara Nova (nome que surgiu da música Cara a Cara), se associaram aos autores para defender os interesses dos mesmos. Arlequim entrou na guerra de cabeça criando sociedades com músicos do porte de ChicoToquinhoViniciusJorge Ben e Belchior. Com o passar dos anos, Caetano, Gil, Nélson Cavaquinho, Paulinho da Viola, Paulo Vanzolin, Paulinho Nogueira, Garoto, Tim Maia, Milton Nascimento, Tico Terpins, Chico Anysio, Arnô Rodrigues, Tom Zé, Eduardo Godim , Moacir Franco, Elton Medeiros e Zé Keti se juntaram ao time para que administrassem em conjunto um acervo essencial para a cultura brasileira.

Hoje, com uma lista invejável de obras, a Arlequim dá um novo passo na história da música popular brasileira colocando seu infinito catálogo de obras em um formato simples e de fácil consulta em qualquer parte do planeta.

OUVIR! LISTEN! Corisco E Os Sambaloucos ~ Sucessamba – 1965

A1 Arrastão (Edu Lobo / Vinicius de Moraes)
A2 Carcará (João do Vale / José Cândido)
A3 H da Bahia (Padeirinho)
A4 Formosa (Baden Powell / Vinicius de Moraes)
A5 Bó-dó (Zé Keti)
A6 Miss Biquini (Sylvio Mazzuca / Zuleika Amaral)
B1 Corisco (Glauber Rocha / Sergio Ricardo)
B2 Garota Moderna (Evaldo Gouveia / Jair Amorim)
B3 Acender as Velas (Zé Keti)
B4. Balançafro (Luis Bandeira)
B5. O Balanço da Menina (Jucata)
B6. Gente (Marcos Valle / Paulo Sergio Valle)

*Infelizmente não tenho o nome dos musicistas. Sabemos que o grande baixista Azeitona, e que o Mestre maior Hermeto, passaram pelas mãos do Sambaloucos.

Faça bom proveito!

Até Samba!

Beijocas!

luiz.jpg

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s